chamomile

A falta de sono pode interferir com o bem-estar físico, mental, social e emocional. Recentemente, os investigadores analisaram se o suplemento de extrato de camomila é efetivo na redução da insónia em idosos.

Dificuldade em adormecer ou permanecer a dormir pode causar grandes distúrbios durante a noite. Esta perturbação dos padrões de sono, conhecida por insónia, pode dar origem a condições que afetam a saúde em geral e estilo de vida. O risco de insónia aumenta com a idade e esta perturbação é comum em residentes de lares de idosos. Por exemplo, em Teerão, no Irão, um estudo reportou que 88.4% dos residentes de lares sofrem de distúrbios do sono, sendo os mais comuns a insónia e dissonia. A insónia primária consiste em distúrbios de sono que não estão associados a condições de saúde. A insónia secundária por sua vez está classificada como perturbação do sono causada por condições médicas como a azia, disfunções hormonais, depressão, asma, ou cancro.

Perturbações prolongadas dos padrões de sono podem levar a distúrbios físicos e mentais, sonolência diurna e letargia. A insónia pode ser tratada através de terapia comportamental, terapia cognitiva e com medicação. Recentemente têm sido utilizadas terapias tradicionais e fitoterapia no combate aos efeitos desta perturbação. Encontrada na Europa Ocidental, Índia e Ásia Ocidental, a Medicina Tradicional Iraniana utiliza a camomila como hipnótico e tranquilizante. Como planta medicinal, a camomila é um agente suave utilizado como sedativo, para tratar a ansiedade e promover a qualidade de sono. Por este conjunto de razões, pareceu adequado levar a cabo um estudo para avaliar os efeitos do extrato de camomila na qualidade de sono dos idosos residentes na República Islâmica do Irão. Os resultados deste estudo foram recentemente publicados em Complementary Therapies in Medicine.

O Centro de Enfermagem de Investigação de Trauma (Trauma Nursing Research Center) no Kashan, Irão levou a cabo um ensaio clínico aleatório cego, no qual participaram 86 homens e 109 mulheres de 60 anos de idade ou mais, residentes num lar de idosos em Karaj, no Irão. Este ensaio clínico consistiu num grupo de tratamento que recebeu cápsulas de extrato de camomila (200 mg) e num grupo de controle que recebeu cápsulas de farinha de trigo (200 mg) duas vezes por dia durante 28 dias consecutivos. A qualidade de sono dos participantes foi avaliada através da Escala de Pittsburgh Para a Avaliação da Qualidade do Sono antes do início do ensaio clínico, duas semanas depois, imediatamente após o fim do ensaio clínico e duas semanas depois do fim deste.

Apesar da baixa qualidade de sono de ambos os grupos, após o período de intervenção a qualidade de sono do grupo que ingeriu as cápsulas de extrato de camomila era significativamente melhor do que a do grupo que consumiu as cápsulas de farinha de trigo. Com estes novos resultados é seguro assumir que o extrato de camomila pode melhorar significativamente a qualidade de sono e promover uma boa qualidade de sono para idosos que sofrem de insónia.

 

Escrito por Viola Lanier, MSc
Traduzido por Ângela Carvalho, PgC

Referências:

Adib-Hajbaghery, Mohsen, and Seyedeh Nesa Mousavi. “The effects of chamomile extract on sleep quality among elderly people: A clinical trial.” Complementary therapies in medicine35 (2017): 109-114.

Facebook Comments